Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Joaquin Phoenix está aberto a uma sequência de “Coringa”

A Warner Bros. poderia querer o time de volta para Coringa 2. Em uma sequência, Phoenix pode se transformar no vilão e criar um lar no Asilo Arkham.
“Coringa”

Coringa teve uma abertura nas bilheteria neste fim de semana. Isso pode ser registrado como um sucesso. E em Hollywood, isso geralmente significa uma coisa: sequências!

O diretor, Todd Phillips, não é um estranho no jogo das sequências. Ele fez três capítulos da franquia Se Beber, Não Case!, pela qual ele é conhecido. No entanto, Joaquin Phoenix já havia registrado como alguém que não gosta de repetir um papel. Mas, aparentemente, ele gostou tanto de interpretar o Coringa, que não se importaria em colocar a maquiagem de volta.

Phoenix fez uma aparição no Popcorn With Peter Travers. No programa, o ator expressou o quanto ele gostou de interpretar o personagem-título:

“Conversei muito com Todd sobre o que mais poderíamos fazer, em geral, apenas para trabalhar juntos, mas também especificamente, se houver algo mais que possamos fazer com o Coringa que possa ser interessante. Então, acabou sendo um papel dos sonho. Não é nada que eu realmente queria fazer antes de trabalhar neste filme. Não sei se há mais o que fazer. Eu e Todd ainda estaríamos filmando agora, se pudéssemos, certo? Porque parecia interminável, as possibilidades de onde podemos ir com o personagem.”

A Warner Bros. poderia querer o time de volta para Coringa 2. Em uma sequência, Phoenix pode se transformar no vilão e criar um lar no Asilo Arkham.

Antes do Coringa, Phoenix não era fã de sequências. Ele teria recusado o papel de Doutor Estranho devido à obrigação do personagem em relação ao MCU. Já vimos Benedict Cumberbatch como o Feiticeiro Supremo em quatro filmes, até agora. E ele o repetirá novamente em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura em 2021.

Por outro lado, Coringa serviu bem como um filme solo e independente. Comercializar seu sucesso pode interpretar mal as declarações feitas no filme.

Coringa segue em exibição nos cinemas.
Uma história de origens autônoma e original do diretor Todd Phillips, Coringa, explora o mundo - e de acordo com - Arthur Fleck. Indelevelmente retratado por Joaquin Phoenix, Arthur é um homem que enfrenta a crueldade e o total desprezo da sociedade, juntamente com a indiferença de um sistema que lhe permite mudar da vulnerabilidade para a depravação. Um palhaço de aluguel durante o dia, ele se esforça para ser um gibi de pé à noite ... mas descobre que a piada sempre parece estar sobre ele. Ele está fora de sintonia com todos ao seu redor, como evidenciado por sua risada incontrolável e inadequada, que ganha impulso quando ele tenta contê-lo, expondo-o a mais ridicularização - e até mesmo a violência.
Arthur, que se dedica a cuidar de sua mãe frágil, procura cada figura paterna que nunca teve, desde o rico empresário Thomas Wayne ao apresentador de TV Murray Franklin. Preso em uma existência cíclica, oscilando no precipício da realidade e da loucura, uma decisão ruim provoca uma reação em cadeia de eventos em escalada, em última análise, fatais.
O filme é estrelado por Joaquin Phoenix como o icônico vilão titular, juntamente à Zazie Beetz (Deadpool 2), Robert De Niro (Os Bons Companheiros), Bill Camp (A Grande Jogada), Frances Conroy (série Castle Rock), Brett Cullen (série Narcos), Glenn Fleshler (O Ano Mais Violento), Marc Maron (Quase Famosos), Josh Pais (Namoro ou Liberdade), Douglas Hodge (Operação Red Sparrow), Dante Pereira-Olson (Você Nunca Esteve Realmente Aqui) e Shea Whigham (Kong: A Ilha da Caveira).

Phillips dirige um roteiro que ele co-escreveu com Scott Silver (O Vencedor), baseado nos personagens da DC Comics. O filme foi produzido por Phillips, Bradley Cooper (O Lado Bom da Vida) e Emma Tillinger Koskoff (Os Infiltrados).

Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬