Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Conectando Você ao Cinema

Conectando você ao Cinema LOUCOS POR FILMES

Iniciado em 2010, o Loucos por Filmes é um site independente especializado em cinema que guia os cinéfilos que não se atém apenas em assistir um filme, mas também acompanhá-lo do crivo da elaboração do argumento à chegada do material final nas telonas.

Fornecemos diariamente as últimas novidades relacionadas á sétima arte, que inclui: notícias de filmes, trailers, críticas das estreias, entrevistas, artigos, podcast, matérias especiais, promoções, premiações, próximos lançamentos e mais.



Loucos por Filmes é o destino certo para o internauta cinéfilo que procura a cobertura completa de seu filme/franquia preferida - a Conexão direta entre Você e o Cinema. Uma organização que se esforça para tornar a experiência cinematográfica ainda mais emocionante, divertida e interativa.

Todo o conteúdo é produzido por uma equipe de profissionais que entende e é apaixonado sobre o que fala



loucos por filmes equipe



Breve descrições sobre os redatores ... 

Israel Damasceno (Editor, redator, newsposter): Cinéfilo, jornalista, idealizador e editor do Loucos por Filmes; fã de web e tecnologia, neófilo, gosta de esportes e leitura, mas não esconde sua paixão pela sétima arte. Iniciou sua vida cinéfila ainda garoto, assistindo à clássicos de Coppola, Hitchcock, Kubrick, entre outros; blockbusters arrasa-quarteirão e filmes independentes, desde então não parou. Como um ávido louco por filmes, adere a todas as variantes do cinema. 

Dayvid Jefferson (newsposter): Louco por filmes, Estudante de TI, analista de sistemas e design gráfico. Eclético, gosta de música pop e é fã de Star Trek. Quando criança passava noites assistindo a filmes, progrediu para colecionador e frequentador assíduo de cinema, atualmente experimenta blu-rays, IMAX e 3D.

João Rafael (crítico): quando criança, lá em junho de 1993, entrou pela primeira vez numa sala de cinema para ver Parque dos Dinossauros e nunca mais parou de pensar na tela grande. Passou parte da infância e adolescência pelas locadoras de VHS e Dvd´s. Nessa época, o mundo dos filmes estava nas prateleiras de terror, ação e comédia (assistiu a Duro de Matar, Evil Dead e O Rei Leão mais do que pôde se lembrar). Depois de 2010, a paixão foi se tornando interesse e vontade de expandir a bagagem cinematográfica. Realizou os cursos de Teoria, Linguagem e Crítica e A Arte do Filme, de Pablo Villaça, em 2012 e 2014. Depois disso, nunca mais o cinema foi o mesmo. Hoje é ávido leitor de obras sobre a linguagem e história da Sétima Arte, fã de Bergman (Ingmar e Ingrid), Hitchcock e Kubrick. Assiste à trilogia Senhor dos Anéis e 2001 - Uma Odisseia no Espaço ao menos uma vez no ano e não passa um dia sem pensar em filmes. 

Junno Sena (crítico, redator): Escritor e estudante de jornalismo, é apaixonado por Audrey Hepburn e não consegue largar um bom terror. Nerd até os ossos, fica sempre na dúvida se prefere assistir mais um episódio de Doctor Who ou um filme do Scorsese. Diferente da maioria, cresceu assistindo A Viagem de Chihiro ao invés de Toy Story. Preparado com uma toalha, sonic screwdriver e seu cubo mágico, pretende descobrir se 42 é realmente a resposta para a vida, o universo e tudo mais. Mas enquanto isso, vai mostrar seu amor por cinema em seus textos.

Luik Louis (Videomaker, crítico): Formado em Produção Audiovisual e Cinema. Certo dia tentou descobrir como se fazia um filme... Quatro anos depois ele estava formado. Sonha em fazer filmes de baixo orçamento ao estilo Richard Linklater. Interessados entrar em contato... 

Guilherme Dias (redator, crítico): Mineiro, nerd e chocólatra. Aprendeu a gostar de ler com Stephen King; a gostar de filmes com "Deu a Louca nos Monstros"; e a ser cinéfilo desde que sua mãe o levou para assistir "Titanic" no cinema. Sente saudades de "garimpar" cults e clássicos nas antigas videolocadoras, mas não de ter que rebobinar as "fitas". Tem uma predileção maior pelo gênero fantástico, mas AMA todo o cinema, de Ed Wood a Alfred Hitchcock.

Márcio Coutinho (crítico): Jornalista, fotógrafo e cineasta independente. Cinéfilo assíduo e incurável, amante do cinema de todas as épocas, gêneros e lugares, acredita que a sétima arte é uma droga poderosa que pode amenizar a inconformidade com a brevidade da vida, a vergonha sentida com os noticiários e o profundo aborrecimento com as exigências da vida. Em algum corredor da infância, quando ainda em busca de perguntas e não de respostas, foi levado à sala escura onde acabou sendo gravemente infectado pela arte popular mais poderosa já criada.

Júlio Cézar (crítico, redator): Nascido e criado em Brasília, é estudante de Letras- Português/Inglês, dramaturgo, roteirista, cineasta e crítico de cinema e televisão nas horas vagas. Já assistiu a mais de quatro mil filmes, escreve desde os doze anos (mas, ainda não ganhou um mísero centavo com isso) e encara sua existência com o máximo de senso de humor. Sua personalidade é uma amálgama de Martin Scorsese, Wes Anderson, Quentin Tarantino, Billy Wilder, Tim Burton, irmãos Coen, Paul Thomas Anderson, Charlie Kaufman e Monty Python, com um leve toque à la Praça é Nossa. Hahaha.

Gustavo Brasil (crítico): Crítico de cinema, cinéfilo incondicional, trabalha assistindo filmes e passa o tempo livre assistindo filmes. Ama os filmes do Tarantino e Scorsese como ninguém. Apaixonado pela escrita. Escreve de livros a roteiros que um dia sonha em transforma-los em filmes.

Gessyca Lago (crítica): Aspirante à bibliotecária e apreciadora de um bom filme. Além de filmes passa o tempo livre, vendo séries e lendo. Curte particularmente faroestes e animações. Fã de Paul Thomas Anderson, nunca dispensa a oportunidade de ir ao cinema conferir as novidades.

Arthur Conrado (revisor, redator): Amante da arte de um modo geral. Formado em Letras e, atualmente, estudante de Publicidade e Propaganda, atuando como revisor e diagramador. Ouvinte fiel não só da "boa e velha" MPB, como também dos novos expoentes desse segmento musical. Leitor voraz e aspirante a escritor. É daqueles que ama fazer maratonas de séries ou passar tempo buscando filmes para assistir ou simplesmente para adicionar à sua lista cinematográfica, tendo predileção por bons dramas (como os interpretados por Meryl Streep, Julia Roberts, Tom Hanks ou Nicole Kidman) e suspenses densos (como Os outros, O Sexto Sentido, além das adaptações das obras de Stephen King e dos longas dirigidos pelo mestre Hitchcock).

Eduardo Muniz (crítico; redator): Formado em Jornalismo e em Crítica de Cinema pela Facha (RJ). Viciado em toda nerdice possível, sejam filmes, séries, desenhos, HQ's ou animes. Até hoje não se conforma com a sexta temporada de Lost, tem em Toy Story 3 seu filme preferido, é a única pessoa do mundo a gostar de Batman & Robin de 1997 e é otaku de carteirinha. No cinema gosta de sentar ao lado do corredor, prefere comer hambúrguer do que pipoca na sessão e evita horários que tenham muitas crianças. 

Carolina Malhado (crítica): Advogada que mora em Nova York e que acha o cinema muito mais interessante do que o Direito. É defensora ferrenha de musicais e de filmes da Disney e viciada em trilhas sonoras de filmes. Também é apaixonada pelo teatro, por séries de TV e por livros, principalmente romances e histórias de espionagem. Quando pode, anda por Nova York atrás de lugares que apareceram em filmes e aproveita qualquer oportunidade para conseguir ingressos baratos para a Broadway.

Caio Girao (crítico, redator): Cidadão do mundo - um nômade. Plural na medida do impossível. Antes de tudo, um escritor, do princípio ao fim - atualmente publica alguns de seus textos no blog Fabricar Silêncio; é ator, já foi militar, já foi professor particular, já foi monitor de física, já trabalhou com Relacionamento com o Cliente. Estudou por dois anos no IME, atualmente, nas horas vagas, cursa Engenharia de Materiais na UFRJ. É um louco insano por filmes, rato de cinema, observador atento da sétima arte, não consegue ficar uma hora sem pensar em cinema, escreve roteiros e grava curtas. Está trabalhando em seu oitavo livro, mas, além de escritor, seus sonhos também são plurais: fundar uma editora, ter seus roteiros transformados em filmes e dirigir um longa-metragem. Apaixonadíssimo por todo tipo de arte, não é indiferente a nada. Enfim, um louco de fato.

Francisco Dsb (social média, designer): viciado no mundo cinematográfico, estudante de administração, designer gráfico e aspirante a fotografia, passa o seu tempo livre vagando pelos cinemas. Fã do universo Marvel, ama música pop e nunca recusa convites para ir ao cinema ou comer em um fast food.

Roberto F. Valerio Jr. (crítico, redator): Forma de vida baseada em carbono que anda por aí há 4 décadas vendo uns filmes, lendo uns livros e ouvindo um rock and roll. Possui formação em letras, já desceu a lenha em filmes nas mídias digital e escrita.



Já passaram por aquiDanilo Calazans, João Felipe Gremski, Arthur Lopes, Chris Saraiva, Carlos Antonio, Karina Lima, Tayna Garcia, Kássio Galdino, Beatriz Alencar, Pedro Lubschinski, Isaque Costa, Juliana Frazão, Fernando Gomes, Nathália Ribeiro, Robson Azevedo, Natasha Bretas, Joyce Pinheiro e Matheus D'Ávila.