Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Disney bloqueou o retorno de Johnny Depp em Piratas do Caribe

O atormentado ator se tornou um superastro de renome mundial graças ao seu papel como o exagerado Jack Sparrow
Johnny Depp


Um relatório sugere que a Disney até se recusou a aceitar a ideia de Johnny Depp aparecer em uma participação especial no próximo filme Piratas do Caribe. O atormentado ator se tornou um superastro de renome mundial graças ao seu papel como o exagerado Jack Sparrow no filme Piratas do Caribe original, o que lhe valeu uma indicação ao Oscar e o protagonista em todas as quatro sequências. Depp tornou-se uma das estrelas de maior renda dos anos 2000 e 2010, aparecendo em vários outros filmes da Disney, incluindo Alice no País das Maravilhas.

Infelizmente, o ator passou por uma série de batalhas pessoais nos últimos anos, e um processo público contra um tabloide britânico que o chamou de "espancador de mulheres" terminou em uma perda embaraçosa para Depp. Como resultado, o ator foi removido de sua franquia mais recente interpretando o mago das trevas Grindelwald na série Animais Fantásticos, embora ele ainda tenha recebido US$ 16 milhões por sua semana de trabalho no filme. Sua remoção dos filmes bruxos segue relatos de que ele não voltaria para a  franquia Piratas do Caribe para o próximo sexto filme. Em vez disso, a Disney está buscando uma reinicialização estrelada por Margot Robbie.

Agora, um relatório divulgado pelo THR revela que a Disney bloqueou o retorno de Depp. Citando o desejo do produtor Jerry Bruckheimer de incluir Depp no ​​próximo filme Piratas do Caribe, mesmo que apenas em uma participação especial para entregar as rédeas da franquia para Robbie, o relatório diz que "a Disney recusou", recusando-se a entreter a ideia devido ao risco de reputação que representaria para o gigante da mídia familiar. A revelação indica que o tempo de Depp como Jack Sparrow acabou, confirmando que o filme de Robbie é uma tentativa de levar a franquia em uma nova direção. Você pode ler o parágrafo relevante do extenso relatório abaixo:

A Disney já havia se afastado do futuro dos Piratas com Depp bem antes do julgamento no Reino Unido, mesmo que nunca tenha rompido os laços formalmente. Bruckheimer, que foi um dos maiores campeões de Depp e uma vez sugeriu que a lesão no dedo aconteceu porque "ele ficou preso na porta de um carro", esperava pelo menos trazer o personagem Capitão Jack Sparrow de volta brevemente no próximo passeio - disse ser uma encarnação centrada na mulher liderada por Margot Robbie. A Disney recusou.

A notícia é uma repreensão impressionante de uma empresa que, em 2015, nomeou Depp uma de suas lendas por seus papéis em vários filmes da Disney. Não é surpreendente, porém. A ação judicial de Depp no The Sun trouxe à luz uma série de detalhes obscenos sobre seu relacionamento com Heard, incluindo a confirmação de que o ator havia "abusado física e verbalmente" dela. A Disney não é o tipo de empresa que seria capaz de contratar alguém com essa história e, portanto, nem uma pequena aparição seria aceitável.

O que é interessante é que a Disney sabia claramente que as alegações seriam provadas verdadeiras, já que eles cortaram informalmente os laços com Depp antes que o veredicto fosse dado. Não está claro o que vem a seguir para Depp depois de tudo isso. A Disney está avançando com a franquia Piratas do Caribe  sem ele, usando um ator livre de controvérsia no papel principal, então eles ficarão bem. Se Depp pode consertar sua reputação, ou merece, é outra questão, mas é improvável que ele seja escalado como o líder em uma grande franquia novamente.


Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬