Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

“Bacurau” já foi visto por mais de 130 mil pessoas

Longa premiado em Cannes estreia em mais 20 cidades nesta quinta
“Bacurau”

O longa “Bacurau”, coescrito e codirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, estreou na última quinta, 29 de agosto, em 246 cinemas e até ontem foi visto em todo país por 130.241 espectadores. O total de público acumulado inclui os 22.542 bilhetes vendidos nas pré-estreias realizadas em mais de 40 cidades antes do lançamento.

Na próxima quinta, 5 de setembro, o longa entra em cartaz em mais 20 cidades: Arapiraca – AL, Paulista – PR, Imperatriz – MA, Volta Redonda – RJ, Petrópolis – RJ, Itanhaém – SP, Poços de Caldas – MG, Leme – SP, Rio grande – RS, Santa Cruz do Sul – RS, Resende – RJ, Pouso Alegre – MG, Altamira – PA, Marabá – PA, Itajubá – MG, Bragança Paulista – SP, Araras – SP, Rio Verde – GO, Araraquara – SP e São Carlos – SP.

“Bacurau” teve sessões lotadas em vários cinemas, no top 10 das cidades com melhor média de público estão: Recife (São Luiz, em primeiro lugar), terra natal dos diretores, São Paulo (Salas do grupo Espaço Itau), Rio de Janeiro (Espaço Itau e Estação NET, em Botafogo), Brasília (Cine Brasília), Belo Horizonte (Belas Artes) e Natal (Cinemark Natal).

Neste mês de setembro, além de estar em cartaz no Brasil, o longa continua sua trajetória por festivais internacionais. “Bacurau” será exibido no Festival de Toronto (TIFF 2019) na prestigiosa Mostra ‘Contemporary World Cinema’; no MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Horror de Lisboa, em Portugal ; e no New York Film Festival, na principal Mostra ‘Main Slate’. Vencedor do prêmio do juri no Festival de Cannes e do prêmio de melhor filme na principal mostra do Festival de Cinema de Munique, “Bacurau” é o representante brasileiro nos prêmios Goya, o equivalente ao Oscar na Espanha, e concorre a uma vaga na disputa pelo prêmio de melhor filme ibero-americano.

Na trama, o pequeno povoado de Bacurau some do mapa misteriosamente e seus moradores começam a presenciar estranhos acontecimentos e uma série de assassinatos inexplicáveis. "Bacurau" é a segunda coprodução entre a CinemaScopio do Recife (“O Som ao Redor”, “Aquarius”) e a SBS em Paris (“Synonymes”, de Navad Lapid, vencedor do urso de ouro em Berlim, “Elle”, de Paul Verhoeven, “Mapas Para as Estrelas”, de David Cronenberg). “Bacurau” também é uma coprodução com a Globo Filmes, Simio Filmes, Arte France Cinema, Telecine e Canal Brasil. Produzido por Emilie Lesclaux, Said Ben Said e Michel Merkt, o filme tem distribuição da Vitrine Filmes. 

Num futuro recente, Bacurau, um povoado do sertão de Pernambuco, some misteriosamente do mapa. Quando uma série de assassinatos inexplicáveis começam a acontecer, os moradores da cidade tentam reagir. Mas como se defender de um inimigo desconhecido e implacável?


Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬