Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Remake de “O Homem Invisível” tem estreia definida para 2020

A nova estratégia da Universal de trazer os personagens clássicos de suas propriedades de monstros de volta à vida envolve a colaboração com diretores criativos, oferecendo uma perspectiva distinta sobre as histórias dos personagens.
O Homem Invisível

A Universal Pictures estabeleceu a data de lançamento para o reboot do clássico romance de HG Wells, O Homem Invisível, que está sendo produzido pela Blumhouse, para 12 de março de 2020.

Estrelado por Elizabeth Moss (O Conto da Aia) e Storm Reid (Uma Dobra no Tempo), O Homem Invisível segue Cecilia (Moss), que recebe a notícia do suicídio de seu ex-namorado abusivo. Ela começa a reconstruir sua vida para melhor. No entanto, seu senso de realidade é colocado em questão quando ela começa a suspeitar que seu amante falecido não está realmente morto.

Johnny Depp foi contratado originalmente para estrelar o filme quando fazia parte do Dark Universe, mas não está mais envolvido. Agora que o Dark Universe foi afundado, o filme está sendo desenvolvido como um projeto autônomo com a contratação do criador da franquia Sobrenatural, Leigh Whannell, pronto para escrever e dirigir.

Whannell trabalhou anteriormente com Jason Blum em Sobrenatural: A Origem e Upgrade e estará se reunindo com o produtor no próximo projeto, já que a Blumhouse (Uma Noite de Crime, Corra!) produzirá o filme para a Universal Pictures. A nova estratégia da Universal de trazer os personagens clássicos de suas propriedades de monstros de volta à vida envolve a colaboração com diretores criativos, oferecendo uma perspectiva distinta sobre as histórias dos personagens.

A Universal está empenhada em criar projetos orientados por cineastas baseados nos personagens clássicos do legado do Universo Cinematográfico dos Monstros da Universal, em vez de desenvolver um novo universo compartilhado. Peter Cramer, presidente de produção da Universal, disse: “Ao longo da história cinematográfica, os monstros clássicos da Universal foram reinventados através do prisma de cada novo cineasta que deu vida a esses personagens. Estamos empolgados em adotar uma abordagem mais individualizada para seu retorno à tela, conduzida por criadores que têm histórias e que são apaixonadas por conta-las.”

Os próximos remakes serão “enraizados no terror, sem restrições de orçamento, tom ou classificação”, com diferentes interpretações das origens e histórias dos personagens clássicos para atrair uma nova geração de fãs.

Claude Rains interpretou o personagem-título no filme de 1933, baseado no romance de 1987 de HG Wells. Embora o Griffin de Rains não tenha sobrevivido ao primeiro filme, a série se tornou uma franquia no estúdio. A Volta do Homem Invisível (1940), A Mulher Invisível (1940), Espião Invisível (1942) e A Vingança do Homem Invisível (1944) vieram em seguida.


Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬