Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Sony Pictures e Marvel Studios levam os fãs à loucura no 3º dia da CCXP18

O terceiro dia da CCXP foi definitivamente um dos mais épicos de todas as cinco edições já realizadas no Brasil.
CCXP18

O terceiro dia da CCXP foi definitivamente um dos mais épicos de todas as cinco edições já realizadas no Brasil. Em Comic Cons internacionais, é comum que haja a existência de convidados e aparições surpresas, com astros que aparecem de repente sem terem sido anunciados. Embora isso já tivesse acontecido pela primeira vez no Brasil no ano anterior, com a vinda dos criadores de Homem-Aranha no Aranhaverso, essa foi a primeira vez que isso aconteceu com atores e atrizes de nome tão forte.

O sábado teve início no auditório Cinemark com o painel da Disney, o qual teve conteúdo para todos os gostos. A pré-estreia de Wifi Ralph animou a todos, trazendo um filme com tantas referências ao universo Disney e crossovers entre personagens de obras distintas, que fazia o público gritar de empolgação a todo momento. Após a exibição, os produtores do filme realizaram um interessante bate-papo sobre como as ideias para o longa foram desenvolvidas desde sua concepção.

Brie Larson (Capitã Marvel) e Sebastian Stan (Soldado Invernal) arrancaram gritos da plateia em vários momentos ao longo do painel da Marvel. O ator que teve sua estreia em 2014 com Capitão América: O Soldado Invernal anunciou ao público que sempre foi um grande fã de quadrinhos, e comentou sobre o abalo da morte de Stan Lee no universo. Em seguida, quando questionado sobre o futuro do personagem Bucky no MCU, Stan afirmou que, assim como para outros personagens “pode ser que não haja muita coisa sobrando pra acontecer com ele”.

Já Brie Larson levou os fãs a loucura desde o primeiro instante, quando fez questão de relembrar a todos que esse era o primeiro longa da Marvel protagonizado por uma mulher, e pediu que todas as mulheres do auditório se levantassem, dizendo que tinha feito aquilo por elas. Larson trouxe consigo a exibição de uma cena inédita do filme que estreia em março de 2019, onde temos a personagem Carol Danvers, presa num contentor de energia em uma nave Skrull, onde ela precisa se libertar e lutar contra seus sequestradores à moda antiga, já que suas mãos, de onde provém seus poderes, estão bloqueadas pela armadilha. Em uma cena apenas, já pudemos sentir a força, caráter e diversão que a heroína nos trará. Larson fez ainda questão de nos confirmar: “Ela é definitivamente o personagem mais forte da Marvel. E, para mim, o melhor é que ela já era assim antes de ganhar os poderes.

E para os fãs desavisados, o conteúdo sobre a Marvel não havia acabado por ali. Ninguém imaginava que a Sony surpreenderia sendo a primeira a trazer não apenas um, mas quatro atores surpresa de grande nome para compor seu painel.

Primeiramente, Tessa Thompson, de “MIB: Homens de Preto Internacional”, surgiu numa aparição extremamente criativa, arrancando várias risadas do público e nos deixando empolgados a cerca do que vem por aí nesse remake do filme que contará com ela e Chris Hemsworth como protagonistas.

Mas o que levou as três mil pessoas no auditório a ovacionar a Sony foi a aparição surpresa de três dos atores de Homem-Aranha: Longe de Casa, que estreia em 2019. Jake Gyllenhaal, Jacob Batalon e o próprio Tom Holland marcaram presença no evento, elogiando o carinho e energia dos fãs brasileiros, conversando sobre a influência de Stan Lee no entretenimento, e falando um pouco sobre o futuro do universo Marvel. Tom garantiu que o segundo filme do Aranha é melhor que o primeiro, e trouxe conteúdo exclusivo para ser mostrado, revelando um trailer que, de acordo com ele, só será divulgado futuramente para o público, já que trás personagens vivos que teoricamente morreram em Vingadores: Guerra Infinita. Ele pediu aos fãs que se empolguem e curtam o máximo o que está por vir nas grandes mudanças que serão trazidas pelos longas do ano que vem.

Por fim, outro grande nome também presente no painel foi o diretor M. Night Shyamalan, que vem para falar de sua sequência do filme Fragmentado, o longa Vidro, que estreia em janeiro de 2019. O diretor empolgou o público com a exibição de uma cena inédita do filme ondes os personagens de James McAvoy e Samuel L. Jackson matam um segurança da clínica psiquiátrica onde estão internados, planejando em seguida sua fuga. Shyamalan contou sobre seu orgulho em ter criado seu próprio universo de super-heróis, sob um ponto de vista mais realista que fantástico. Contou sobre a sensação divertida ao ter McAvoy, Jackson e Bruce Willis se encontrando no set pela primeira vez, já que seus personagens ainda não haviam se cruzado nos filmes anteriores.

Por fim, quando questionado quanto ao final de seu próximo filme, se também haverá um grande plot twist como é característico de seu trabalho, o diretor rangeu os dentes e respondeu apenas um longo e irônico “Bom...

Com um dia com tantos encontros e revelações épicas, a CCXP 2018 se aproxima de seu fim deixando os fãs mais empolgados do que nunca.









Imagens: Luik Leão / Assessoria

Deixe sua opinião:)