Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Daniel de Oliveira vive Éder Jofre no trailer da cinebiografia “10 Segundos Para Vencer”

Trailer oficial revela as primeiras imagens do filme de José Alvarenga, com Osmar Prado e Daniel de Oliveira no papel do bicampeão mundial Éder Jofre
“10 Segundos Para Vencer”

A Imagem Filmes divulgou o trailer oficial do filme “10 Segundos Para Vencer”, de José Alvarenga, com as primeiras imagens de Daniel de Oliveira no papel de um dos maiores pugilistas da história: o brasileiro Éder Jofre. Osmar Prado interpreta Kid Jofre, pai e implacável treinador do bicampeão mundial de boxe.

O filme revela a incrível trajetória Éder Jofre, que desafia seus próprios limites até conquistar seu primeiro cinturão de ouro, em 1961, nos Estados Unidos. Depois de cinco anos de glória, defendendo o título sem nunca ter sofrido um nocaute, em 1966 ele decide parar de lutar para levar uma vida comum, longe dos ringues, mas perto da mulher, Cida, e dos filhos pequenos. A paixão pelo esporte leva Éder a voltar a treinar e, mesmo após um longo período parado, ele recupera a antiga forma e conquista mais um cinturão de ouro, em 1973, aos 37 anos. O elenco também conta com Sandra Corveloni (Angelina, mãe de Éder), Ravel Andrade (Doga, irmão) e Kelli Freitas (Cida, esposa).

Produzido pela Tambellini Filmes com coprodução da Globo Filmes e do Canal Brasil, “10 Segundos Para Vencer” tem distribuição da Imagem Filmes e estreia marcada para 27 de setembro. O filme fará sua première na competição do Festival de Gramado dia 23 de agosto.
Confira o vídeo abaixo.

A extraordinária trajetória de Éder Jofre (Daniel Oliveira) até se tornar um dos maiores boxeadores da história. Um homem dividido entre a paixão pelo esporte e a vida em família. Pai (Osmar Prado) e filho na busca de um sonho, o de ser um verdadeiro campeão. 
É uma história de amor entre pai e filho – e de um herói nacional, que muitos brasileiros não conhecem”, diz José Alvarenga. Éder nasceu em São Paulo, em 1936, e abriu mão do sonho de trabalhar com desenho e arquitetura para seguir a tradição da família de pugilistas. Seu pai, o argentino José Aristides Jofre (1907-1974), conhecido como Kid Jofre, foi um respeitável boxeador, mas se destacou mesmo como o incansável treinador de Éder. “Ele era muito, muito austero, nos períodos de preparação para as lutas. A ternura paterna se revelava só depois que acabava o trabalho no ringue, de forma comovente, como nos momentos em que Kid beijava as feridas do filho logo após uma vitória”, comenta Alvarenga.





Deixe sua opinião:)