Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Ações dos cinemas caem após notícias de lançamentos simultâneos nos cinemas e streaming

Os filmes sairão do serviço de streaming após um mês, e só estarão disponíveis nos cinemas nacionais e internacionais a partir de então.
CINEMAS


As ações dos cinemas despencaram nesta quinta-feira após o anúncio de que a Warner Bros. lançará todo o seu catálogo de filmes de 2021 simultaneamente nos cinemas e na HBO Max.

De acordo com a Variety, o Cinemark caiu mais de 21%, enquanto a Marcus Corporation caiu mais de 11%. Imax também foi atingido, caindo mais de 7,3%. AMC Theatres, cujas ações já estavam caindo depois de anunciar que estava vendendo 200 milhões de ações em um esforço para levantar US$ 844 milhões, também despencou, caindo mais de 17 por cento. A National Cinemedia, responsável pela publicidade pré-show nas telas dos cinemas, teve um acerto de 6,8%.

Os cinemas já enfrentavam circunstâncias terríveis, graças à pandemia do coronavírus (COVID-19). Quase toda a programação de filmes da temporada de verão norte-americana foi adiada ou movida para streaming / VOD, com apenas Tenet e Os Novos Mutantes sendo lançados nos cinemas no final da temporada. A decisão da HBO Max deve reduzir as receitas dos cinemas que esperavam obter um impulso em 2021 com filmes importantes como O Esquadrão Suicida, Matrix 4 e Duna.

A lista começa com Mulher-Maravilha 1984, que estreia nos cinemas e na HBO Max no dia 25 de dezembro (nos EUA) - chegando no Brasil uma semana antes, em 17 de dezembro, nos cinemas. Os filmes sairão do serviço de streaming após um mês, e só estarão disponíveis nos cinemas nacionais e internacionais a partir de então. Depois que a janela do cinema fechar, os filmes retornarão gradualmente ao streaming e seguirão para o VOD.

"Acreditamos economicamente em primeiro lugar e mais importante, é a coisa certa a fazer para os fãs, é a coisa certa a fazer para exibição e a coisa certa a fazer para o talento, considerando as circunstâncias", disse o CEO da WarnerMedia, Jason Kilar, ao explicar o pioneirismo da decisão. "Pensando nisso, acreditamos que o que anunciamos vai otimizar a economia. E o motivo é duplo: As receitas que são geradas pela bilheteria, claro, e a outra é o valor do consumo na HBO Max de assinantes existentes e o que esperamos ser mais assinantes entrando na HBO Max que escolheram fazê-lo por causa da presença desses filmes."

Os títulos programados para receber esses lançamentos especiais no próximo ano atualmente incluem The Little Things, Judas e o Messias NegroTom e JerryGodzilla vs. KongMortal Kombat, Those Who Wish Me Dead, Invocação do Mal 3Em um Bairro de Nova YorkSpace Jam: A New LegacyO Esquadrão Suicida, Reminiscence, MalignantDuna, The Many Saints of Newark, King Richard, Cry Macho e Matrix 4.


Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬