Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Trailer de “Os 7 de Chicago” tem Sacha Baron Cohen liderando um elenco de estrelas no drama da Netflix

Baseado em uma história verídica, The Trial of the Chicago 7 segue os manifestantes que interromperam a convenção do Partido Democrata de 1968 com um “carnaval” anti-guerra do Vietnã que se tornou desagradável.
Os 7 de Chicago
 A Netflix lançou o teaser trailer para o próximo e oportuno filme dramático Os 7 de Chicago (The Trial of the Chicago 7), próximo filme do cineasta vencedor do Oscar Aaron Sorkin (A Rede Social, A Grande Jogada), oferecendo-nos nossa primeira prévia do elenco repleto de estrelas, incluindo Eddie Redmayne, Sacha Baron Cohen e Yahya Abdul-Mateen II como personagens que lutam por seus direitos.

O segundo esforço de direção de Sorkin contará com o vencedor do Oscar Eddie Redmayne (Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindewald) como Tom Hayden, o indicado ao Oscar Sacha Baron Cohen (Borat) Como Abbie Hoffman, Jeremy Strong (Magnatas do Crime) como Jerry Rubin, Joseph Gordon-Levitt (Power), indicado ao Globo de Ouro, como Richard Schultz, Yahya Abdul-Mateen II (série Watchmen) como Bobby Seale, Alex Sharp (As Trapaceiras) como Rennie Davis e Kelvin Harrison Jr. (Ao Cair da Noite) como Fred Hamptom. Também será estrelado por Michael Keaton, William Hurt, Thomas Middleditch, John Carroll Lynch, Daniel Flaherty, Noah Robbins, JC MacKenzie, Mark Rylance e Max Adler, que também atua como produtor executivo.

O filme também tem produção executiva de Matt Jackson. Marc Butan e Anthony Katagas. Os 7 de Chicago é produzido pelo indicado ao Oscar Marc Platt (Ponte de Espiões, La La Land), Stuart Besser e Tyler Thompson.

O filme está programado para ser lançado em cinemas selecionados nos EUA em setembro e estará disponível mundialmente para streaming na sexta-feira, 16 de outubro, exclusivamente na Netflix.


Baseado em uma história verídica, The Trial of the Chicago 7 segue os manifestantes que interromperam a convenção do Partido Democrata de 1968 com um “carnaval” anti-guerra do Vietnã que se tornou desagradável. Os manifestantes jogaram tijolos, a polícia respondeu com gás lacrimogêneo e o centro de Chicago foi envolvido pelas chamas. O toque de recolher apenas aumentou a violência.
Após os confrontos, investigadores independentes culparam oito policiais e oito manifestantes, incluindo Abbie Hoffman, que já havia perturbado a Bolsa de Valores de Nova York com chuvas de dinheiro falso. A polícia não foi acusada, mas os manifestantes foram acusados ​​de incitar um motim. Um foi preso por desacato, deixando os sete para lutar contra as acusações.






Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬