Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Estudo sugere que os fãs de terror são melhores em lidar com a pandemia de coronavírus

O estudo afirma que aqueles que gostam de assistir filmes da variedade do terror tendem a ter “uma predisposição adaptativa” a “aprender sobre os aspectos perigosos e repugnantes de uma ameaça”.
FILMES DE TERROR

Todo mundo em todos os lugares foi impactado pela pandemia de coronavírus em andamento, de uma maneira ou de outra. De fato, as reações variaram de cautela a pânico total. Curiosamente, no entanto, parece que os fãs de terror têm uma mente bastante aberta em relação à pandemia de Coronavírus - possivelmente a mais aberta, de acordo com um novo estudo.

Agora, o estudo, publicado em Estudos Evolutivos em Cultura Imaginativa, sugeriu que os fãs de horror lidaram melhor com o Coronavírus do que a maioria dos outros indivíduos. O psicólogo Coltan Scrivner, da Universidade de Chicago, conduziu o estudo e, como ele afirmou, aqueles que gostam de assistir filmes da variedade do terror tendem a ter “uma predisposição adaptativa” a “aprender sobre os aspectos perigosos e repugnantes de uma ameaça”.

Ele explicou ainda ao The Guardian:

“Se é um bom filme, ele atrai você e você adota a perspectiva dos personagens, de modo que você está ensaiando sem querer os cenários”, explicou Scrivner. “Achamos que as pessoas estão aprendendo indiretamente. É como, com exceção da falta de papel higiênico, eles praticamente sabiam o que comprar.”

“Você já viu isso cem vezes nos filmes, para que não o pegue de surpresa”, continuou Scrivner.

Aparentemente, assistir filmes de terror tornou os fãs do gênero mais familiarizados com as situações catastróficas em andamento. Também parece ser uma forma de escapismo, que lhes permite aliviar-se do estresse resultante.

O aumento do interesse por esses gêneros pode implicar que indivíduos mórbidos curiosos se sintam mais interessados ​​em informações sobre ameaças de maneira mais ampla, em resposta à crescente importância da ameaça ao coronavírus”, escreve Scrivner no estudo.

No entanto, outra possibilidade é que o interesse mais amplo em gêneros assustadores/sobrenaturais e mistério/suspense entre indivíduos mórbidos curiosos durante a pandemia se deva ao escapismo. Como indivíduos mórbidos curiosos são geralmente mais toleráveis ​​e até atraídos por fenômenos mórbidos, eles podem achar o entretenimento mórbido mais acessível como uma forma de escapismo enquanto estão em quarentena em casa, enquanto aqueles que são menos curiosos mórbidos podem participar do escapismo por outros gêneros.”

Certamente faz sentido, mesmo sem o estudo para apoiar a teoria. Mas agora que existem estatísticas comprovadas que mostram como os fãs de terror podem se sair em uma situação como a pandemia em curso, isso apenas fornece outra razão para o gênero de terror ser tão bom.

Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬