Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Doug Liman vai dirigir Tom Cruise no primeiro filme gravado no espaço sideral

Isso marca a terceira colaboração entre Cruise e Liman, que se uniram no brilhante No Limite do Amanhã e no subestimado Feito na América.
Tom Cruise

Anteriormente, informamos que Tom Cruise está trabalhando com o SpaceX de Elon Musk para um filme de aventura espacial, e agora parece que o projeto ainda a ser titulado encontrou um diretor em Doug Liman (Jumper, Srº e Srª Smith). Isso marcaria a terceira colaboração entre Cruise e Liman, que se uniram no brilhante No Limite do Amanhã e no subestimado Feito na América.

De acordo com o Deadline, a dupla trabalha no filme espacial há um tempo e está ansiosa para fazer as coisas acontecerem o mais rápido possível. Liman escreveu o primeiro rascunho do roteiro e planeja produzir também.

Cruise e Liman estão ocupados finalizando outros projetos no momento. Cruise está esperando para voltar ao trabalho com Christopher McQuarrie em Missão: Impossível 7, que foi desligado devido ao coronavírus; e tem o Top Gun 2: Maverick recentemente concluído, esperando nos bastidores. Liman está em pós-produção em Chaos Walking, estrelado por Daisy Ridley e Tom Holland. Cruise e Liman também estavam trabalhando juntos em um projeto separado, intitulado Luna Park, da Paramount Pictures.

Não está claro neste momento se o filme a bordo da Estação Espacial Internacional está conectado ao projeto de Cruise, que está trabalhando com a SpaceX, mas dado que Musk respondeu ao tweet de Jim Bridenstine, administrador da NASA, dizendo “Deve ser muito divertido!”, todos os sinais apontam para as duas organizações científicas trabalhando juntas no filme. O filme anunciado na segunda-feira com a SpaceX deve ser o primeiro longa-metragem narrado no espaço sideral e, segundo informações, não está vinculado à franquia de sucesso de Cruise, Missão: Impossível.


Cruise se tornou notório em Hollywood por sua natureza meticulosa de fazer quase exclusivamente suas próprias acrobacias, rivalizando com Jackie Chan (O Estrangeiro) pelas alturas e extremos que ele entrega cenas marcantes ao longo de seus vários filmes de sucesso. Enquanto o primeiro  Missão: Impossível era um esforço geralmente manso para acrobacias, Cruise a aumentava a cada continuação, começando com a escalada sem fio em  Missão: Impossível 2 no parque estadual Dead Horse Point de Utah e continuando com o arranha-céu de Xangai executado no capítulo 3, escalando o arranha-céu de 160 andares em Dubai, o Burj Khalifa, e executando acrobacias no Protocolo Fantasma.

O mais notório veio no sexto e mais aclamado capítulo de Missão: Impossível, Efeito Fallout, que o viu pendurado em um helicóptero em voo e escalou uma carga suspensa, seguido por voar o helicóptero em torno da Geleira Siachen e conduzir um verdadeiro HALO ou High Altitude-Low Opening ("Alta Altitude e Baixa Abertura"). Ele também pulou entre vários telhados para uma sequência de perseguição a pé, o que resultou em romper o tornozelo e forçar a produção a interromper o filme por dois meses.

Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬