Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Mestres do Universo | Sony pode vender filme para a Netflix

O reboot gira em torno do conflito entre He-Man, a identidade secreta do Príncipe Adam, e o vilão e feiticeiro Skeletor no planeta Eternia.

Depois de desenvolver um filme de Mestres do Universo desde 2007, a Sony aparentemente pensa em fazer o projeto para a Netflix, de acordo com o The Hollywood Reporter.

A fonte informa que o presidente do estúdio, Tom Rothman, está em negociações preliminares, já que a Sony decide entre encontrar um parceiro de estúdio ou financiador para o projeto He-Man ou optar pela Netflix em um “acordo seguro”.

Se a Sony escolher a Netflix como sua distribuidora, o estúdio seguirá os passos de empresas como a Warner Bros. Pictures (que lançou seu Mogli: Entre Dois Mundos na plataforma) e Paramount, que já exploraram e atualmente estão fazendo filmes para streamers, ou A24, que assinou contrato de vários anos para produzir longas com a Apple em 2018.

Com Mestres do Universo em andamento há mais de uma década, é possível que o projeto não seja tão atraente para vender aos estúdios. Enquanto isso, a Netflix já está colaborando com Kevin Smith em uma próxima série animada de He-Man, Mestres do Universo: Revelação.


Em maio deste ano Mestres do Universo teve sua estreia marcada para 4 de março de 2021 nos cinemas (concorrendo diretamente com Mortal Kombat em sua possível estreia). Originalmente, o filme deveria ser lançado no Natal deste ano, mas sem sinais claros do início da produção não foi possível cumprir o cronograma. Noah Centineo (O Date Perfeito) foi contratado para estrelar como He-Man.

O reboot gira em torno do conflito entre He-Man, a identidade secreta do Príncipe Adam, e o vilão e feiticeiro Skeletor no planeta Eternia. A franquia anteriormente gerou uma série de TV animada que foi lançada entre 1983 e 1985, e em 1987 um filme estrelado por Dolph Lundgren.

A produção sofreu atrasos depois de perder seu diretor e roteirista original, David S. Goyer (Blade: Trinity, Alma Perdida), devido a preocupações com o orçamento esperado para o filme.

Desde a partida de Goyer, os irmãos Aaron e Adam Nee (Band of Robbers) foram anexados à direção, com Matt Holloway e Art Marcum (Homem de Ferro) tendo reescrito o roteiro. Goyer ainda está ligado ao projeto como produtor executivo.


Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬