Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Edward Norton diz que a sequência cancelada de “O Incrível Hulk” seria mais sombria

Esperava-se que o três vezes indicado ao Oscar repetisse sua parte como o gigante esmeralda de O Incrível Hulk em Os Vingadores, mas sua obstinação acabou fazendo com que o estúdio escolhesse Mark Ruffalo no papel.

Apesar de ser um ator fenomenal, Edward Norton tem sido frequentemente descrito como difícil de trabalhar. De fato, suas disputas com a Marvel acabaram lhe custando o papel de Hulk nos primeiros dias do MCU.

Esperava-se que o três vezes indicado ao Oscar repetisse sua parte como o gigante esmeralda de O Incrível Hulk em Os Vingadores, mas sua obstinação acabou fazendo com que o estúdio escolhesse Mark Ruffalo no papel.

Norton obviamente ficou irritado com isso por anos, mas sustenta que se afastar da franquia foi sua decisão. A Marvel claramente deixou a controvérsia, mas o ator parece não parar de cutucar seus ex-colaboradores todas as chances que ele tem. Agora, ele está alegando (via The New York Times) que a separação foi devido a diferenças criativas entre as duas partes, principalmente em torno de duas sequências solo de Hulk.

O segundo filme da franquia autônoma foi lançado inicialmente para ser um vislumbre muito mais sombrio e sério de Bruce Banner. O protagonista teria aprendido a controlar seus poderes na sequência, mas ainda teria que lidar com outros problemas exteriores que exigiam o uso de sua raiva. Segundo Norton, os executivos da Marvel estavam de acordo com essa visão, mas logo mudaram de ideia.
“Eu expus uma coisa de dois filmes: a origem e depois a ideia de Hulk como o sonhador consciente, o cara que pode lidar com a viagem. E eles pensavam: 'É isso que queremos!' Como se viu, não era isso que eles queriam ... No fim das contas, eles não estavam considerando seguir um tom mais sombrio e sério. Mas isso não importa ... Tivemos discussões positivas sobre a continuação dos filmes, e analisamos a quantidade de tempo que levaria, e eu não faria isso. Sinceramente, eu queria mais dinheiro do que eles gostariam de me pagar.
Mas não é por isso que eu gostaria de fazer outro filme do Hulk de qualquer maneira… Estou dizendo que Kevin Feige tinha uma ideia de algo que você poderia fazer, e foi notável. Agora, não era em um nível temático e tonal que eu queria gastar meu tempo fazendo.”
Por fim, a decisão de Norton acabou lhe custando muita fama e dinheiro. O ator de 50 anos tem o suficiente em sua filmografia para mantê-lo muito feliz, é claro, mas muito mais foi deixado passar depois que ele foi deposto e/ou se afastou de interpretar Hulk.

Ainda assim, a ideia de um filme muito mais sombrio centrado no personagem seria interessante. Talvez a Marvel ainda possa perseguir a perspectiva com Ruffalo no papel?


Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬