Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegue aqui

Crítica: A Menina e o Leão

Filme é uma crítica delicada à caça legalizada na África do Sul
A Menina e o Leão

Enquanto a maioria das pessoas que amam animais se relacionam com um cachorro ou um gato, Mia (Daniah De Villiers) preferiu adotar um leão como melhor amigo. É sobre essa amizade que se trata o longa do diretor estreante Gilles De Maistre.

O filme é uma clara crítica à caça legalizada dos leões na África subsaariana, prática que, mesmo sendo cara e só podendo ser custeada por pessoas abastadas, ainda é recorrente. Na história, o avô de Mia era dono de uma fazenda na África do Sul que criava leões justamente com o intuito de vendê-los para que fossem caçados. Essa é a base de todo o enredo, e até aí, tudo bem. O problema é que ela é contada muito lentamente, dando pouca dinamicidade ao longa.

Maistre quis tanto deixar clara a relação entre Mia e Charlie – o leão branco -, que acabou exagerando. Mesmo o foco sendo esse, outras linhas da trama poderiam ter sido muito melhor exploradas e a crítica ainda seria feita. A Menina e o Leão é o típico caso em que o uso de flashbacks, por exemplo cairia muito bem para amarrar melhor os acontecimentos.

O uso intenso de planos fechados também é outro problema que cansa um pouco. É por isso que é tão bom quando, uma hora ou outra, ele se abre para mostrar belíssimas imagens da savana africana, e apesar de Daniah De Villiers está muito bem no papel principal, outras personagens foram deliberadamente desperdiçadas. Mélanie Laurent, que vive Alice, mãe de Mia, é uma delas, e Brandon Auret, que interpreta o ganancioso e inescrupuloso Dirk, é outro.

Não obstante, está claro que a intenção de Maistre foi muito boa, apesar das pontas soltas que ele deixou. É muito legal ver Charlie, que é o lindo leão branco do título do filme, crescendo junto com Mia. É também muito interessante ver a confiança que a garota deposita em sua relação com o animal, e as cenas dos dois é cativante. Chega a fazer pensar que é realmente possível tornar leões animais de estimação, tamanha é a força desse laço.



Deixe sua opinião:)

Mostrar comentários 💬