Loucos por Filmes

Loucos por Filmes

Destaques

Últimas

Navegação

Os 10 Melhores filmes ambientados na Segunda Guerra Mundial

10 Melhores filmes ambientados na Segunda Guerra Mundial
O período da Segunda Guerra Mundial foi horrível, não há como negar, mas ele também deu origem a diversos filmes que retratam a época de forma única. Como focos diferentes, tratando de temas distintos e envolvendo vários países, é um prato certo pra quem procura por histórias surpreendentes e emocionantes, sendo elas fictícias ou baseadas em fatos reais. Separamos uma lista com 10 filmes que ocorrem na Segunda Guerra Mundial e que, com certeza, estão na lista dos melhores que tratam o tema.

Lista de Schindler (1993)

O filme, dirigido por Steven Spielberg e baseado no romance ‘Schindler’s Ark, conta a história de Oskar Schindler (Liam Neeson), um empresário alemão que salvou a vida de mais de mil judeus durante o Holocausto ao empregá-los em sua fábrica. Schindler é um homem que diversos defeitos, entre eles o fato de ser membro do Partido Nazista, mas amava o ser humano acima de tudo e fez o possível para além de salvar sua fortuna, proteger os judeus dos campos de concentração. Levou para casa 7 Oscars, incluindo o de Melhor Filme e Melhor Diretor, fora os Globos de Ouro e BAFTAs, além de ser considerado pela crítica um dos melhores filmes já feitos na história do cinema.

Bastardos Inglórios (2009)

Um filme característico de Tarantino, com bastante sangue e violência, recheado de sarcasmo e diálogos marcantes, mostra duas tramas que se entrelaçam. Na França ocupada por nazistas está Shosanna Dreyfuss (Mélanie Laurent) que depois de assistir a execução de seus pais pelas mãos do Coronel Hans Landa (Christopher Waltz), vê a oportunidade perfeita para se vingar. Paralelamente, um grupo de soldados aliados liderados pelo Tenente Aldo Raine (Brad Pitt) se organiza para realizar uma missão que pretende matar todos os líderes alemães, e da forma mais cruel possível. Waltz recebeu um Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por sua atuação inesquecível.

A Vida é Bela (1997)

Esse é um dos que arrancam lágrimas do espectador! A produção italiana nos presenteia com o judeu Guido (Roberto Benigni) e seu filho Giosué (Giorgio Cantarini) são mandados para um campo de concentração. Afastado de sua mulher, ele usa sua imaginação para fazer com que seu filho acredite que estão participando de uma grande brincadeira, tudo para proteger o menino do terror e da violência daquele lugar. Levou os Oscars de Melhor Filme em Língua Estrangeira, Melhor Ator e Trilha Sonora Original.


O Resgate do Soldado Ryan (1998)

Mais um dirigido por Spielberg, esse filme de guerra é ambientado na Batalha da Normandia, na Segunda Guerra Mundial. O Capitão Miller (Tom Hanks) recebe a missão de comandar um grupo do segundo batalhão para o resgate do soldado James Ryan (Matt Damon), caçula de quatro irmãos – e os outros três morreram em combate. Seguindo as ordens de seu chefe, ele e seu batalhão precisam encontrar o soldado e garantir seu retorno para casa, são e salvo, e para conseguirem isso tem que enfrentar não só o inimigo, mas também seus próprios medos. O filme é ligeiramente baseado no caso real dos irmãos Niland e levou diversos prêmios quando foi lançado.

Indiana Jones e a Última Cruzada (1989)

O filme, baseado em uma história de George Lucas, mostra o jovem arqueólogo Indiana Jones (Harrison Ford) tem acesso à um misterioso envelope que contém informações sobre a localização do Santo Graal, o suposto cálice que teria sido usado na Santa Ceia por Jesus Cristo. Quando seu pai, o professor Henry Jones (Sean Connery) é sequestrado pelos nazistas para que os ajude a encontrar a relíquia, o aventureiro entra numa perigosa missão para salvá-lo e impedir que o cálice caia em mãos erradas.

O Menino do Pijama Listrado (2008)

O best-seller escrito por John Boyne em 2007 deu origem ao longa. Na Alemanda da Segunda Guerra Mundial, Bruno (Asa Butterfield), de 8 anos, é um filho de um oficial nazista (David Thewlis) que assume o cargo em um importante campo de concentração. Sem saber o que seu pai faz, ele deixa Berlim e se muda para uma área isolada, Auschitz, com a mãe (Vera Farmiga) onde não há muito o que uma criança possa fazer. Quando ele resolve explorar o local acaba conhecendo Shmuel (Jack Scanlon), um garoto com idade parecida a sua, que sempre está usando um pijama listrado e está sempre do outro lado de uma cerca eletrificada. Se por um lado a amizade dos dois vai se tornando mais forte, por outro a relação também vai ficando mais perigosa do que eles podem imaginar. Mais um da lista que levou um Oscar para a casa.


O Pianista (2002)

O filme dirigido por Roman Polanski é baseado na autobiografia homônima escrita pelo músico polonês Wladyslaw Szpilman, interpretado por Adrien Brody no longa. O pianista tocava canções clássicas em uma rádio de Varsóvia quando as primeiras bombas caíram na cidade. Com a invasão alemã e o início da guerra, as restrições dos nazistas em relação aos judeus poloneses começou e, inspirado nas memórias do músico, o filme mostra o surgimento do Gueto de Varsóvia e acompanha a perseguição que levou a captura e o envio da família de Szpilman para os campos de concentração. O pianista é o único que consegue fugir e é obrigado a se refugiar em prédios abandonados pela cidade até que tudo acabe. O filme foi vastamente premiado e ganhou vários prêmios, entre eles Oscars, BAFTAs e a Palma de Ouro.

O Grande Ditador (1940)

O filme estadunidense é uma comédia estrelada e dirigida por Charles Chaplin recheada de sátiras e críticas sobre o nazismo, o fascismo e seus maiores propagadores Adolf Hitler e Benito Mussolini. O primeiro filme falado de Chaplin e na época que o filme foi lançado os EUA ainda não tinham entrado na Guerra. Adenoid Hynkel (Charles Chaplin) assume o governo de Tomainia e acredita em uma nação puramente ariana e, por conta disso, passa a discriminar os judeus locais. Essa situação é desconhecida por um barbeiro judeu (Chaplin), que está hospitalizado por conta de uma participação da Primeira Guerra Mundial. Ele tem amnésia, mas mesmo assim recebe alta. Por conta de suas origens, ele passa a ser perseguido e vai viver no gueto onde conhece a lavadora Hannah (Paulette Goddard), por quem se apaixona. A guarda de Hynkel monitoriza a vida dos judeus e tem planos de dominar o mundo. O discurso no fim do filme que fala sobre os direitos humanos no contexto da guerra se tornou icônico.

Casablanca (1942)

O filme conta a história romântica de um casal. Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos fugitivos tentavam escapar dos nazistas por uma rota que passava pela cidade de Casablanca. O exilado americano (Humphrey Bogart) encontra refúgio na cidade, dirigindo uma das principais casas noturnas do local. Numa tentativa de despistar o Capitão Renault (Claude Rains), ele ajuda refugiados a fugirem para os EUA. Quando um casal pede sua ajuda para deixar o país, ele reencontra Ilsa (Ingrid Bergman), uma grande paixão do passado. É considerado pelos críticos como um dos maiores filmes da história do cinema americano e, obviamente, ganhou vários prêmios.

A Ponte do Rio Kwai (1957)

O filme baseado no romance de Pierre Boulle de 1952 mostra, durante a Segunda Guerra, prisioneiros britânicos que são encarregados por japoneses para que construam um ponte sobre o rio Kwai, na Tailândia. O Coronel Nicholson (Alec Guinness) é um oficial britânico que tenta elevar a moral de seus homens que vê a ponte como uma forma de conseguir com que eles se sintam orgulhosos de sua obra assim que a mesma estiver concluída. Por outro lado, o Major americano Shears (William Holden) só pensa em fugir. O filme levou vários Oscars no ano de 58, fora os outros prêmios, e é lembrado sempre quando filmes de Segunda Guerra são citados.

Divulgaí

Deixe sua opinião:)